top of page

Mais dois profissionais participaram da Orientação Vocacional com alunos do Ensino Médio

Na segunda-feira, 6 de maio, aconteceu mais um momento importante no projeto de Orientação Vocacional, no Salesiano Carpina, direcionado aos alunos da 1ª e 2ª Série do Ensino Médio. Na ocasião, a ação que é ministrada pela psicóloga e professora, Luana Freitas, contou com o nutricionista Paulo Coutinho e com a psicóloga Andreza Pimentel.


O primeiro momento dos alunos aconteceu com Paulo Coutinho, psicólogo que atende em um consultório em Carpina. Em formato de roda de conversa, eles interagiram com o profissional que contou como escolheu a profissão, o processo de formação universitário e também falou de maneira mais técnica, porém interativa, sobre essa que ciência que estuda as relações entre os alimentos e nutrientes ingeridos pelo ser humano e possíveis estados de saúde e doença. Ele abordou também várias áreas em que a Nutrição atua, como a esportiva, que desperta muito interesse em jovens que praticam ou pretendem trabalhar com esportes.


Os estudantes também tiraram dúvidas e conselhos com Paulo, que mostrou a satisfação em orientar e guiar a juventude que logo mais estará no mercado de trabalho.


"Fico grato de poder ter vindo aqui no Salesiano Carpina, agregar mais na vida dos alunos e realmente mostrar como a nutrição hoje em dia é importantíssima em todas as fases da nossa vida. E seria uma honra, daqui há alguns anos, trabalhar com essas pessoas que eu estou inspirando hoje, a serem nutricionistas talvez, e poder dividir no futuro, quem sabe, a profissão com eles, levando mais saúde pra esse mundão que a gente tem", destacou Paulo Coutinho.


O segundo momento do encontro aconteceu com a psicóloga Andreza Pimentel. Formada em 2013, ela tem consultório próprio em Carpina e atua também online. Para conversar com os alunos, de maneira mais próxima, ela convidou a todos para se sentarem no chão, formando um círculo, onde relatou suas experiências pessoais no âmbito da escolha da profissão, contando o processo na universidade e como está satisfeita no exercício de suas funções.


A psicóloga buscou deixar os alunos bem à vontade no bate-papo, para que assim pudessem se sentir melhor em interagir, tirar dúvidas e conhecer mais sobre a profissão dela. Uma dinâmica também foi feita, como exemplo de uma abordagem inicial, que ela faria, num primeiro contato em uma consulta.


Ao final do encontro, Andreza se mostrou feliz em poder partilhar com os alunos um pouco da profissão e ser uma inspiração para eles. "Eu adoro estar com os jovens, com os adolescentes. A angústia de ter que escolher para o resto da vida não é fácil. Então poder falar um pouquinho de como meu trabalho faz sentido pra mim hoje, para que eles possam ter um pouquinho do acesso do que é o trabalho do profissional de psicologia e poder ajudá-los nesse processo de escolha, é muito legal, faz muito sentido pra mim", relatou.


Fotos e Texto: Carlos Santos / Comunicação Salesiano Carpina


O Projeto – A Orientação Vocacional com os alunos do Médio segue até o final do ano, onde outros profissionais serão convidados, ampliando o leque de carreiras nas quais os estudantes podem conhecer melhor, tirar dúvidas e buscar o ingresso em universidades.


“O projeto de Orientação Vocacional tem como por objetivo direcionar os estudantes, trazendo profissionais em seu lugar de fala, contando sobre como tem sido suas vivências, trazendo suas experiências e inspirando nossos jovens nessa escolha", destacou a professora e psicóloga, Luana Freitas, responsável pelo projeto, ressaltando também que a iniciativa visa uma amplitude, não focando apenas em qual profissão o aluno pode seguir.


"A Orientação Vocacional vai muito além da simples escola de uma profissão. Envolve diversos outros processos, como a identificação de habilidades, talentos, aspirações e expectativas pessoais, os quais, quando combinados métodos e técnicas adequados, resultam em uma trajetória profissional bem-sucedida", concluiu.

 


2 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page